sábado, 31 de maio de 2014

ILU - #10


















Em que eu estava pensando quando desenhei isso? Não sei. Mas o que você acha, esse cara é poderoso ou morre fácil?
Vocês poderiam ver o desenho inicial (traço à lápis e sem cores) na página da Luísa Barros no facebook, mas eu não consegui achar... O Link do post estaria aqui!

Ao Compartilhamento e Além!

sábado, 24 de maio de 2014

HQ21 - Don't Panic!


















Minha contribuição para o Dia da Toalha!
A participação do Cascão era mais ácida, mas decidi homenagear a Turma da Mônica sem "escrotizar".Parece que eu estou escroto nessa HQ, mas no número 22 eu estarei pior...

Ao Compartilhamento e Além!

sábado, 17 de maio de 2014

A Gloriosa Resenha - Cinematograficamente falando

Olá amigos romanos...

Alguém já viu a novela das seis? “Meu pedacinho de chão”. Não? A história é meio maluca, as pessoas falam como caipiras e um dos personagens é feito pelo Tucano do Nerdcast... Há! Sacanagem! Mas falando sério. Eu achei aquela novela uma boa tentativa da globo... É isso aí, tentativa, porque é muito chato (é novela). No entanto alguns dos seus elementos me fascinam como um admirador do cinema (das artes que envolvem filmagens em geral). Essa novela tem uns desfoques esquisitos de vez em quando, a tela fica widescreen em determinadas cenas, foca-se muito no rosto dos personagens e usa-se muito um “fast forward” (o contrário de uma cena em slowmotion) e também tem alguns ângulos maneiros... O que quero dizer é: Essa novela foi filmada de um jeito diferente. Ficou muito legal e deu uma inovada na maneira de se fazer novelas (em minha opinião). Entretanto, você não deve levar em consideração assistir a essa novela, porque é muito ruim. Acontecem coisas bizarras e... Enfim, o roteiro é “pá quiança”. Porém, (cara*%#! Usei todas as alternativas de “mas”) estava vendo outro capítulo dessa novela quando assisti pela primeira vez a sua entrada, uma animação, e me veio à mente “Putz! Se fosse uma animação...”.
Existem bons diretores que trazem sua experiência de cinema para as novelas, e eu não estou falando de explosão, acidente de carro ou qualquer coisa do tipo. Você consegue distinguir uma série que tem linguagem de novela de uma que tem linguagem de filme. Exemplo: “Tapas e beijos”, novela. “Alexandre e outros heróis”, filme. No fim eu nem sei por que estou falando de novela, eu nem assisto. A não ser Avenida Brasil, que foi uma novela algo diferente...

Pra terminar, uma historinha de decepção... Quando eu estava passando em frente à TV, vi algo que me chamou a atenção. Era um clipe da Gabi Amarantos. Meus olhos fitaram aquele clipe a lá Clint Eastwood, e eu soube no instante em que olhei que era algo diferente. A primeira coisa que me veio à cabeça foi “Quem fez esse clipe? O cara que dirigiu isso é foda! De onde ele é? Do Pará também?”. Até que eu ouço a Gabi falar que ela contratou um cineasta Francês pra gravar o seu clipe... E olha que eu nem tinha usado daquele velho preconceito de que se é bom, não é brasileiro. Mas não temam amigos, o diretor brasileiro de “Meu pedacinho de chão” e o Francês do clipe da Gabi tem algo em comum. Ambos dirigiram bem, só que acabaram filmando coisas ruins.

Ao compartilhamento e Além!

sábado, 10 de maio de 2014

Diencéfalo - #27

Dia das Mães, dia de comprar aquele fogão bonito pra sua mãe poder cozinhar pra você... Há! Sacanagem!
Parece até continuação da tira Diencéfalo 5.

Ao compartilhamento e Além!

sábado, 3 de maio de 2014