sexta-feira, 28 de junho de 2013

Diencéfalo - #12

Caros leitores deste blog, essa tira do Diencéfalo atrasou porque a minha internet não está muito boa. Desculpem a demora...

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Serei eu, Jesus?


A todos que viram a mer** que fiz quando postei antes, me desculpem... A internet não está ajudando.

segunda-feira, 17 de junho de 2013

101ª Postagem, Momento Cult - Fogos, Muitos Fogos!

"Nunca sei como começar essa mer**!"
            Lúcio Gregório sobre o Momento Cult.

    "Don't Panic!" Esta é uma postagem cujo marcador diz "Momento Cult"! Voltamos com essa postagem maravilhosa e que eu adoro fazer (mentira) que é o nosso querido Momento Cult! Mas sobre o que eu vou falar dessa vez? Se você não ligou o título ao tema, então "Você não deveria estar usando essa camisa "xadrez" porque você é moleque!!! Você é moleque!". Deixando de lado as brincadeiras, nesse Momento Cult eu falarei sobre São João. E esclarecendo um pouco sobre esse Momento Cult, ele não vai falar sobre a história do feriado, tudo o que falarei são experiências que tive em festas de São João.

Tudo começa no dia primeiro de Junho. Alguns falam "Se chover tal dia no São João vai ter milho pra ca******!" outros simplesmente dizem "Mal posso esperar pra comprar fogos de artifício pra ca******!". Em determinado dia algumas pessoas decidem enfeitar a rua com várias bandeirinhas de diferentes cores (a não ser em ano de copa, em ano de copa é só verde e amarelo). E no dia 24 de junho idosos, adultos, jovens e crianças comemoram o São João (de formas muito diferentes). Mas deixando a descrição do que é o São João de lado, vamos ao São João vivido na pele... Queimado na pele... Qualquer coisa...



Se há uma coisa muito boa nas festas juninas é a comida... Se bem que algumas, das "Comidas típicas" eu odeio, mas outras são maravilhosas. Mas enfim, você não está lendo isso aqui pra aprender receita de nada. Vamos começar de onde paramos na nossa incrível descrição. Todo mundo comemora de um jeito, isso é verdade. Não sei se churrasco faz parte da festa, mas meus pais sempre faziam e outros vizinhos também. Basicamente o São João que eu vivi era enfeitar a casa com bandeirinhas, comprar fogos, pegar algum CD de Luiz Gonzaga, e de preferência começar a festa com ele e depois outras bandas de forró, quando a fogueira caía você assava o milho (Ou usava aquele resto de brasa para acender algumas bombas). Basicamente colocava-se muitas mesas e cadeiras na porta da casa e ficava ali escutando música, soltando fogos e comendo... Se o São João tem algum significado além disso, eu não sei. Já outras pessoas simplesmente colocavam uma fogueira em suas portas e ficavam dentro de suas casas assistindo TV. Quando a fogueira caía eles saíam pra assar os seus milhos, comê-los e voltarem para dentro de casa. Claro, tinha gente que nem acendia fogueira, nem enfeitava a casa, nem saía na porta, nem comprava fogos, nem nada...
Agora vamos entrar em mais detalhes. Por exemplo, os fogos. Quais são os principais fogos? (Atenção para nomes que você pode não conhecer) O mais famoso e com mais nomes é o "traque de massa" ou "estalinho" ou qualquer outra coisa (ele não precisa ser acesso, isso é uma vantagem, mas acaba rápido, isso não é uma vantagem!). Toda criança começa com esse e outro famoso que perde a graça quando você cresce, a "chuvinha". O "Traque de Bebe", que parece ser uma evolução do "traque de massa" precisa ser acesso e é a primeira bombinha que uma criança usa. E sempre é dado o mesmo conselho, "Acende e joga logo, tá?", e o que a gente faz quando cresce? Aprende a estourar ele o segurando na mão! E agora chegam os fogos especiais, os mais comprados! Temos o famoso "Mijão", as bombas número 1, 3, 5 (não lembro direito, mas é por aí), o "Vulcão", que nunca pode faltar, Tem a filha da Pu** da "Cobrinha" (é, eu me queimei com essa), um que não me lembro o nome, mas merece ser citado, que quando você o acendia ele estourava várias vezes (é o mesmo usado naqueles vídeos em que as pessoas o colocam numa panela e acendem enquanto a outra pessoa não está vendo ou está dormindo... É ótimo para dar sustos), e acelerando um pouco a lista, "Apito Gaiato", "Pistola de Três Tiros" (Será que tem alguma de menos tiros?... Não sei), "Chuva de Lágrimas", Buscapé (O saudoso buscapé... nunca comprei), "Espadão", "Bomba nº 10", "Bomba de Breu" (que nunca sei se é a mesma coisa da bomba nº 10, mas o estouro é muito forte), "Peido de Velho" (nunca entendi o nome dessa), entre outras. Mas o que seriam das bombas sem a inteligência humana (ou não) para usá-las de outras formas? Aqui vai uma lista do que eu e meus amigos fizemos com o passar do tempo quando simplesmente acender uma bomba e vê-la estourar não era mais uma coisa divertida...

  1.     Acendíamos a bomba dentro de um coco, onde depois do estouro da bomba víamos uma fumaça sair lentamente do coco... Efeito Bob Marley. Ou pegávamos uma bomba mais forte e destruímos o coco. (Nunca ví uma pessoa tomar um coco na rua, no entanto, a rua era cheia de cocos vazios...).
  2.     Acendíamos várias bombinhas dentro de uma caixa de fósforo. Ter uma caixa de fósforo no bolso era prioridade, menos para o pessoal que vinha com uma "tocha" na mão.
  3.     Acendíamos uma bomba dentro de uma lata de leite. Colocávamos a bomba no chão, acendíamos, colocávamos a lata em cima com a boca pra baixo e corríamos. Dependendo da bomba a lata voava até quase passar a altura do poste... Era legal...
  4.     Acendíamos as bombas em buracos de árvores e paredes. Efeito Bob Marley novamente.
  5.     E o que? A coisa mais inteligente do mundo. Brincar de guerra de "Mijão"... Não, um não ficava mijando no outro. Se você alguma vez já assistiu a guerra de "Espadas" na TV, saiba que é a mesma coisa... Só que o chamado "rojão" do "Mijão" não é tão forte. Mesmo assim, era uma coisa muito idiota de se fazer... Mas era legal.

Se você pensa que era só comprar fogos e sair soltando bomba no São João está enganado. Tínhamos que sair de casa como se fossemos participar de um concurso de quadrilhas. Tínhamos que colocar aquele chapéu de palha que nem era de palha, era de plástico. E claro, por que não desenhar um bigode e um cavanhaque falso no rosto? Eu saía com alguns fogos no bolso, falava "Volto já!", e só voltava depois de horas todo suado, com aquela "maquiagem" borrada que não era mais um bigode e cavanhaque, era algo preto no meu rosto. Eu comia alguma coisa pegava mais fogos e saía novamente. Eu não gostava daquela roupa, mas com o tempo entendi que ela protegia o meu corpo. Uma coisa que também não entendia era o porquê das músicas de São João terem em seus versos as palavras "pular" e "fogueira"... Ninguém pulava fogueira! Quando percebi isso resolvi sair pulando algumas fogueiras, até que quase me ferrei em uma delas, depois disso entendi porque ninguém pulava fogueira... Pra não se fu***!

Todo mundo já usou alguns fogos de maneira errada, pelo menos eu já. Uma vez fui soltar uma "Chuva de Lágrimas" (muito usado em shows, e principalmente em festas de final de ano), mas eu não sabia direito como usar... Ok, você acende, aponta pra cima e espera... mas, que lado você aponta pra cima? Estavam nessa discussão meus amigos, meu pai e eu. E não se chegava a uma conclusão. Era a parte fina pra baixo ou ao contrário? Até que se decidiram, então eu acendi e apontei pra cima... Mas não era o lado certo! Meu amigo correu até mim mas no momento em que foi tirar a "Chuva de Lágrimas" da minha mão saiu para baixo e "chorou" em todo mundo. Foi muita correria, mas ninguém se machucou. Outra vez eu peguei uma bomba que estava no chão (de vez em quando achava-se algumas) e resolvi acender na fogueira, o "pavio" estava muito pra dentro, mas o otário aqui resolveu acender mesmo assim... É estourou, me queimei? Não! Perdi um dedo? Não! Minha mão só ficou tremendo por alguns minutos mas depois voltou ao normal, e claro, nunca mais acendi uma bomba com o "pavio" curto...
Mas e quando tudo acaba? Quando os fogos acabam, quando a comida acaba, quando a fogueira se foi e nem a brasa existe mais, quando o cheiro de pólvora já tomou todo o seu corpo? Você vai pra casa, deita-se para dormir, descansar... E amanhã fazer tudo de novo porque isso tudo aconteceu na véspera de São João!!!

É, e essas foram as aventuras de "Gregorito" o Maluco! E repetindo aquele ritual básico... Se gostou, se não gostou, se observou que eu não soube usar o português adequadamente, se não leu, se não entendeu direito porque o texto ficou bagunçado (Se isso aconteceu por favor me diga!), se gostou ou não das histórias ou se você preferia que eu escrevesse sobre os protestos no Brasil Compartilhe.

100ª Postagem!!!


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Desenho do dia dos namorados... atrasado















Esse foi um desenho que fiz para uma amiga que estava precisando de pessoas que enviassem imagens com uma frase declarando o amor de Vanessa ("aliada" na Skynerd) pelo namorado. E eu fiz o que? É, esse desenho maluco... Muitas pessoas participaram e estou muito feliz por ter sido uma delas. Conheci a Vanessa na Skynerd e posso dizer que essa é uma das milhares de demonstrações do MADAFOCA "nerdpower". Tem um vídeo com a montagem que ela fez das imagens, mas não conseguir pegar, então fico devendo...

Diencéfalo - #10


quinta-feira, 13 de junho de 2013

Filho da...

É amigo... "fedeu"!

Se estão lendo este Breve na quinta-feira, então já sabem do que se trata. A animação não ficará pronta até amanhã! Agora vamos a um parágrafo inteiro de desculpas:

Foi mal pessoal, eu estava quase certo de que sairia amanhã, mas não deu certo. Vocês sabem que sou ruim de prazo e também já havia dito no último Breve que não tinha certeza absoluta de que postaria a animação na sexta e que faria este breve pra avisar se não desse certo.

Agora fica a pergunta... Quando sairá a animação? Não vou dizer! Não vou dar outra data e depois não cumprir a promessa novamente, mas posso dizer que vai sair logo. Enquanto isso curta a copa das confederações (ou não) e depois venha ver o lado insano que eu criei deste evento na nova animação aqui no blog.

E agora? E agora? Vamos aos breves, né... Nesta segunda, vai sair uma nova postagem do Momento Cult, esse com mais histórias de experiências minhas do que baseado em fatos da Wikipédia (que nem sempre trás uma história totalmente correta)... E também temos o mistério do que sairá na postagem número 100. O QUE? O QUEE???
E isso é tudo, muito obrigado por acessarem este blog, toda semana? Não sei, espero que todas as minhas postagens façam você dar aquele sorriso de orelha a orelha, aquela risada com intervalos de pequenos roncos e aquela esbofeteada na coxa durante os risos. E como sempre compartilhe!

domingo, 2 de junho de 2013

Momento Tudo ou nada!

Não, isso não é um Momento Cult!

Neste nosso querido "Breve" fique sabendo tudo o que pode acontecer... Exatamente, tudo o que pode acontecer.

Nesta postagem, senhores leitores, digo-lhes que no dia 14 de junho pode acontecer a publicação da animação da COPA DAS CONFEDERAÇÕES!!! Isso mesmo! Venho fazendo essa animação à muito tempo e posso terminar neste exato dia, ou adiar a muito mais tempo, mas sejamos otimistas! Mas como há uma chance disso não acontecer, então, vocês saberão, através de um "Breve", um dia antes (ou seja, dia 13 de junho) que a animação não será publicada. E se nada for avisado, é porque vocês estão com sorte e eu muito inspirado.
Outra notícia, para fãs do Momento Cult. O "precioso" de vocês voltará, tenham calma e pena de mim, que faço tudo isso sozinho e tenho muito mais coisas não relacionadas ao blog para fazer também.

E terminando este Breve, meio confuso, aqueles pedidos chatos para compartilharem e visitarem a página do Arte Incoerente no Google + (que é melhor do que a do Facebook). Para ir até a página clique aqui! E para deixar um suspense no ar... Essa é a 91ª postagem, o que teremos na 100ª?